Tendências de estudo e ferramentas para o futuro

Tendências de estudo e ferramentas para o futuro

Tendências de estudo e ferramentas para o futuro 940 788 Estagio ESEV

As tendências na área dos estudos estão cada vez mais a ser invadidas pelas novas tecnologias.

A realidade virtual e a realidade aumentada, que podem servir para recriar um ambiente (como por exemplo, recriar a história de Portugal), ou então para criar estruturas em 3D fictícias, tal como o Pokémon Go mas, por exemplo, aplicado à engenharia.

De seguida a sala invertida, onde o estudante assiste a aulas teóricas em vídeo ou faz conferência com o professor, via Skype ou Zoom. Depois, para aprofundar os conhecimentos e colocá-los em prática, são realizados exercícios na sala de aula.

É possível ainda estimular a aprendizagem e a iteração em sala de aula através de websites como o Kahoot ou Plickers, de quizzes e jogos. Por outro lado, o Semper, permite ao utilizador fazer o download de uma matéria, e cada vez que desbloqueia o próprio telemóvel terá uma questão para responder.

Atualmente existem ferramentas para tudo. Para a gestão de tempo, temos o trello que permite criar separadores para tarefas futuras, a decorrer (neste caso é possível acompanhar a percentagem de trabalho que falta) e as já realizadas. Já a Synap usa algoritmos de repetição para ajudar a saber a matéria. Para realizar um estudo mais interativo e visual, é possível realizar cartões, tabelas e questionários através da GoConqr.

Como estudar sem distrações é sempre a melhor opção, o StayFocusd (para Windows) e o Focus (para iphone) bloqueia as notificações das redes sociais. Para evitar a perda de informação por perda de post-its ou de outros papéis, o evernote permite guardar as notas. 

Como estudo e recompensa, a app Procraster permite ao utilizador organizar sessões de estudo, durante, no mínimo, 25 minutos, durante esse tempo pode aparecer frases motivacionais, ou pequenos prémios tal como, pausas ou para ver o Facebook.

Sugerimos como truques para estudar, a estimulação visual que, sendo o Ink Factory, 65% das pessoas aprende melhor dessa forma. As distrações também são algo a evitar a recapitular a matéria após uma hora da aula ajuda a compreendê-la melhor. Salientar que dormir é essencial para que a cabeça esteja focada e restaurar o corpo e mente.

Para além disso, a criação de zonas de estudos e de pausas regulares. Uma boa alimentação associada ao exercício físico ajuda o sangue do cérebro a ficar bem oxigenado. 

Ellison, J (2018) 7 ferramentas online para rentabilizar o teu estudo, RedBull

Deixe uma resposta

Fechar Carrinho
Back to top