Formação de Formadores : Guimarães

19 Novembro @ 18:30 - 17 Dezembro @ 18:30
A carregar Eventos
Guimarães_site-01

Este evento começa em

NOVOS CONTEÚDOS 2019 ::

Pago em duas prestações (Preços especiais para grupos de 3 ou mais formandos)

APENAS 29h Presenciais + 4h Sessões Síncronas + 57h (Sessões Assíncronas)

Carga Horária

  • horas Presenciais
  • horas Auto-Formação
  • horas Sessões Síncronas

Testemunhos

INFORMAÇÕES E COMO PROCEDER

  • Esta formação permite o acesso ao Certificado de Competências Pedagógicas (CCP – Antigo CAP) com homologação pelo IEFP.

    Com a PsicoSoma não vai “tirar” apenas o CCP… Vai ter uma experiência única rumo à Formação de Formadores!

    Muito mais do que um certificado, proporcionamos uma formação repleta de inovação e  criatividade, capacitando verdadeiros FORMADORES de TOPO! Todos nós temos potencial para ser um Formador de TOPO e nós exploramos esse seu lado da EXCELÊNCIA da melhor forma!

    Participe num processo formativo marcado pelo dinamismo, troca de experiência e conhecimento! Uma experiência na qual o storytelling é uma constante, através da nossa Liga dos Formadores de TOPO, desenhamos uma experiência que potencializa as mais diversas competências de cada um. Como na Liga Fantástica, cada super-herói tem uma vantagem, também os nossos Formadores de TOPO são treinados para ser os melhores!

    Temas trabalhados na experiência

    • Competências do Facilitador do Futuro
    • Relação Pedagógica (como comunicar com eficácia com grupos, com dicas de Economia Comportamental)
    • Recursos Didáticos e Plataformas Colaborativas (com experiência prática)
    • Criatividade em contexto formativo (como ser único e diferente… com técnicas de ideação)
    • Programação Neurolinguística (como aumentar a eficácia e como podemos retirar mais informação do nosso formando)
    • Dinâmicas de Grupo (como animar grupos mantendo sempre a atenção sendo de TOPO)
    • Entre muitos outros temas… que serão abordados ao longo da formação, com conteúdos inovadores e materiais ÚNICOS e EXCLUSIVOS da PsicoSoma.

    Um curso em regime B-Learning num total 90h com apenas 29h presenciais dedicadas a treinar e aprender o que de facto é importante. Depois terá 4h de sessões de E-Learning para que aprenda a trabalhar com plataformas colaborativas e ainda 57h de conteúdos únicos e exercícios para fazer ao seu ritmo. Peceba na nossa abordagem porque somos diferentes e porque é que garantimos sucesso aos nossos FORMADORES de TOPO!

    Somos uma entidade com a formação homologada pelo IEFP desde de 2009 e somos certificados pela DGERT.

    As condições de acesso à Formação Pedagógica Inicial de Formadores exigem a verificação dos requisitos de entrada, exigidos pela Portaria no 214/2011 de 30 de Maio, associados ao nível de qualificação escolar:

    • Deve ter preferencialmente uma qualificação de nível superior;
    • Não pode ter qualificações inferiores ao 9º ano de escolaridade.
    • Sem prejuízo dos critérios legais, deverão constituir critérios de acesso os seguintes:
      • Interesse e motivação para a realização da ação de formação;
      • Disponibilidade;
      • Expectativas e necessidades de formação;
      • Relacionamento interpessoal (capacidade de comunicação e interação, tolerância, capacidade facilidade de cooperação e de trabalho em equipa, capacidade de coordenação de trabalho, …)
      • Competências pessoais e sociais adequadas à função: autonomia, assertividade, capacidade de resolução de problemas, espírito empreendedor, iniciativa, criatividade, flexibilidade, …)
      • Competências básicas no domínio das TIC;
      • Experiência profissional; e, outras que se venham a verificar necessárias para a concretização do objetivo da formação.

    De acordo com o Regulamento elaborado ao abrigo do artigo 12º da portaria 214/2011 de 30 de maio

  • A formação Pedagógica Inicial de Formadores visa promover a aquisição, atualização e o aperfeiçoamento de competências, transferíveis para a prática da formação profissional, nomeadamente:

    1. Avaliar o perfil do formador face ao contexto geral da formação profissional em Portugal;
    2. Preparar, dinamizar e avaliar unidades de formação;
    3. Reflectir sobre os sistemas de formação.

    Formato B-Learning (Blended Learning – Misto – Presencial, Distância e Auto-formação)

    29 horas Presenciais em Contexto Sala.
    57 horas Auto-Formação (dedicado a Leitura de Manuais Pedagógicos, Participação em Fóruns, Realização de Exercícios e Preparação de Autoscopias).
    4 horas Sessões Síncronas (1h para cada sessão, dedicada ao esclarecimento de dúvidas, exploração de temas e ainda estudos de caso).

  • MÓDULO 1. FORMADOR: SISTEMA, CONTEXTOS E PERFIL

    Sub-módulo: 1.1. Formador: Contexto de Intervenção
    Sub-módulo 1.2. Aprendizagem, Criatividade e Empreendedorismo
    Sessão Presencial: 3h | Auto-Formação: 6h | Sessão Síncrona: 1h

    MÓDULO 2. SIMULAÇÃO PEDAGÓGICA INICIAL**

    Sub-módulo 2.1 Preparação e Concretização das Simulações
    Sub-módulo 2.2. Análise e Projecto de Melhoria
    Sessão Presencial: 10h

    MODULO 6. RECURSOS DIDÁTICOS E MULTIMÉDIA

    Sub-módulo 6.1. Exploração de Recursos Didáticos
    Sub-módulo 6.2. Construção de Apresentações Multimédia
    | Auto-Formação: 9h30min| Sessão Síncrona: 30min

    MÓDULO 7. PLATAFORMAS COLABORATIVAS DE APRENDIZAGEM

    Sub-módulo 7.1. Plataformas: Finalidades e Funcionamento
    Sub-módulo 7.2. Comunidades Virtuais de Aprendizagem
    | Auto-Formação: 9h30min| Sessão Síncrona: 30min

    MÓDULO 3. COMUNICAÇÃO E DINAMIZAÇÃO DE GRUPOS EM FORMAÇÃO

    Sub-módulo 3.1. Comunicação e Comportamento Relacional
    Sub-módulo 3.2. Diversidade no Contexto de Formação
    Sessão Presencial: 1h30min| Auto-Formação: 8h |Sessão Síncrona: 30min

    MÓDULO 4. METODOLOGIA E ESTRATÉGIAS PEDAGÓGICAS

    Sub-módulos 4.1. Métodos e Técnicas Pedagógicas
    Sub-módulo 4.2. Pedagogia e Aprendizagem Inclusiva e Diferenciada
    Sessão Presencial: 1h30min| Auto-Formação: 8h |Sessão Síncrona: 30min

    MÓDULO 5. OPERACIONALIZAÇÃO DA FORMAÇÃO: DO PLANO À ACÇÃO

    Sub-módulo 5.1. Competências e Objectivos Operacionais
    Sub-módulo 5.2. Desenho do Processo de Formação-Aprendizagem
    Sessão Presencial: 3h | Auto-Formação: 7h |Sessão Síncrona: 30min 

    MÓDULO 8. AVALIAÇÃO DA FORMAÇÃO E DAS APRENDIZAGEM

    Sub-módulo 8.1. Avaliação Qualitativa e Quantitativa
    Sub-módulo 8.2. Avaliação: da Formação ao Contexto de Trabalho
     Auto-Formação: 9h30min | Sessão Síncrona: 30min 

    MÓDULO 9. SIMULAÇÃO PEDAGÓGICA FINAL**

    Sub-módulo 9.1. Preparação e Concretização das Simulações
    Sub-módulo 9.2. Análise e Prospetiva Técnico-Pedagógica
    Sessão Presencial: 10h

    * Conteúdos assentes no Referencial do IEFP (2012) e conteúdos diferenciadores PsicoSoma
    ** Estes dois módulos podem ver a carga horária aumentar em resultado do número de participante (informação devidamente comunicada pela PsicoSoma de forma atempada).

  • Captura de ecrã 2019-10-29, às 17.03.41
  • A Avaliação Final de cada formando, determina o grau de sucesso da aprendizagem confrontando-se os resultados obtidos na avaliação contínua com os objetivos operacionais definidos à priori.

    Será o responsável e/ou coordenador pedagógico que, após obtenção das avaliações individuais dos formadores, fará a sua compilação e converterá o somatório quantitativo (1 a 5) das avaliações em escala.

    0Val-9,4Val – Aproveitamento Insatisfatório

    9,5Val -13,4Val – Aproveitamento Satisfatório

    13,5Vala-16,4Val – Aproveitamento Bom

    16,5Val-18,4Val – Aproveitamento Relevante

    18,5Val-20Val – Aproveitamento Excelente

    O peso de cada um dos elementos apresentados é distinto para o cálculo da Avaliação Final dos formandos.

    Assim sendo, a Avaliação Final dos formandos assenta nas seguintes percentagens:

    1. Avaliação Diagnóstica (AD):

    Simulação Pedagógica Inicial – 10%

    1. Avaliação Sumativa (AS):

    Objetivos Pedagógicos (OP) – 30% Competências Pedagógicas (CP) – 30% Projeto de Intervenção (PI) – 30%

    Avaliação Final = ((0,10 x AD) + (0,30 x AS/OP) + (0,30 x AS/PI))

  • A PsicoSoma é uma entidade formativa acreditada pela DGERT.

    A PsicoSoma tem o seu cursos de Formação Pedagógica Inicial de Formadores B-Learning homologado pelo IEFP.

    A inscrição no curso implica a obrigação do registo e atualização de dados na plataforma NetForce do IEFP. Saiba mais AQUI

    dgertiefp

  • Condições Gerais da Formação 

    • O pagamento da formação poderá ser efectuado em duas fases, no valor de 94,50Euros cada, acrescido de 11Euros de Inscrição.
    • Este pode ser feito por cheque à ordem da PsicoSoma, em numerário, cheque ou por transferência bancária NIB – 0018.000312823613020.24 (Banco Santander Totta).
    • O pagamento apenas deverá ser realizado após solicitação da PsicoSoma via email
    • Os documentos solicitados bem como o comprovativo de pagamento deverão ser enviados via email após solicitação da PsicoSoma.
    • Em prol da participação na formação os participantes deverão realizar inscrição e atualização de dados no portal Netforce do IEFP, sendo indispensável a mesma até um máximo de 24h após o primeiro dia de formação, de modo a que a PsicoSoma possa associar cada participante à ação (estas obrigações são regras do IEFP).

    Acesso ao CCP pelo IEFP

    • A emissão do CCP por parte do IEFP via plataforma Netforce tem um valor de 50Euros, valor esse ao qual a PsicoSoma é alheia, sendo um valor imposto pelo IEFP (a PsicoSoma emite um certificado de formação profissional através do portal SIGO).
    • O IEFP irá emitir uma referência multibanco com validade de 10 dias úteis, após esse período se o participante não efectuar o pagamento deverá enviar mail para o IEFP a solicitar nova referência.

    Participação de Estrangeiros na formação

    Em cumprimento das disposições legais em vigor, os documentos de identificação aceites em Portugal para cidadãos estrangeiros que pretendam ter acesso à formação pedagógica inicial de formadores e consequentemente a sua inscrição no portal Netforce, são:

    • Cartão de residência (EEE)
    • BI de  espaço económico europeu
    • Visto de Residência
    • Autorização de Residência
    • Visto de Estadia Temporária
    • No caso de habilitações estrangeiras, o comprovativo das habilitações deverá explicitar a equivalência ao sistema de educação nacional.
    • Se possuir habilitações de nível inferior ao Ensino Superior, poderá requerer o referido documento numa escola ou estabelecimento de ensino oficial da sua área de residência.
    • Se possuir habilitações escolares de qualificação superior, deve solicitar o documento de reconhecimento ou equivalência à Direção Geral do Ensino Superior ou a instituição de ensino portuguesa da mesma área. Em alternativa, pode solicitar uma declaração NARIC através de formulário online.

    Possíveis Isenções

    • Não necessitam de CCP os docentes com habilitação profissional para a docência e docentes do ensino superior universitário e politécnico (ao abrigo do n.º 2 do artigo 2.º da Portaria n.º 214/2011, de 30 de maio).
    • Não há lugar à emissão do CCP aos formadores que beneficiem do regime de isenção.
    • Para poderem beneficiar do regime de isenção, os docentes devem entregar, à entidade formadora, comprovativo da posse de habilitação profissional para a docência, ou declaração emitida pelo estabelecimento de ensino superior em como se encontram a lecionar.

INSCREVA-SE NO CURSO

RESERVE A SUA INSCRIÇÃO SEM COMPROMISSO

Descubra um pouco das nossas sessões.

Ficou com dúvidas? Não hesite, contacte a PsicoSoma.

Detalhes

Início:
19 Novembro @ 18:30
Fim:
17 Dezembro @ 18:30
Categoria de Evento:

Local

Centro de Estudos Ginásios Da Vinci
Guimarães, Portugal + Mapa do Google