Sinopse

A Doutora Sónia Remondes Costa escolheu investigar o cancro da mama, e por via disso dá-nos a oportunidade de entrar no Reino do Feminino, e mostra-nos como o órgão que a doença “escolhe” já pode indiciar inúmeros significados, e como são diferentes os sofrimentos consoante a parte do corpo que adoece. Mas como nos seres humanos não há corpo sem mente (ou alma, ou psique, ou como quiserem), a autora defende, e bem, como a psicologia tem, nesta área, inúmeros e promissores caminhos a desbravar: porque o corpo adoece a alma, ou vice-versa; ou, talvez melhor, o corpo e a alma adoecem sempre ao mesmo tempo, porque afinal são uma e só unidade. Sei do enorme empenho, e saber, e motivação da autora por esta temática, porque tenho acompanhado de perto o seu percurso. Em Portugal estamos a dar os primeiros passos na Psico-Oncologia, e a Sónia Remondes Costa é um dos membros pioneiros, e leciona na sua universidade (a Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro), e com muito êxito, uma disciplina com este nome, que é talvez a primeira e a única no sistema de ensino superior público português. Sobram, enfim, razões para recomendar a leitura desta obra, porque ela contém a sabedoria da autora sobre esta temática, que lhe veio muito da vasta experiência clínica, isto é, do que deu e recebeu das centenas de mulheres com cancro da mama que soube escutar e acolher, em terapia individual ou de grupo. E, ainda, este belo e tocante livro merece o nosso colo porque nos alimenta a esperança de que esta peregrinação nos conduza a um lugar onde o cancro possa ser compreendido e/ou curado. Otília Monteiro Fernandes (Posfácio)

ÍNDICE

PREFÁCIO

INTRODUÇÃO

PRIMERIA PARTE – ASPETOS CONCEPTUAIS. EXPERIÊNCIA DE SOFRIMENTO NO CANCRO DA MAMA:

QUESTÕES CLÍNICAS, TEÓRICAS E DE INVESTIGAÇÃO

I – CANCRO DA MAMA: DIMENSÃO FÍSICA DO ADOECER

I.1. Cancro da Mama: Dados Epidemiológicos

I.2. Cancro da Mama: Caracterização Clínica

I.3. Cancro da Mama: Deteção

I.4. Cancro da Mama: Terapêutica

I.5. Cancro da Mama: Efeitos Secundários dos Tratamentos

I.6. Cancro da Mama: Fatores de Risco

I.7. Prevenção

II. CANCRO DA MAMA: DIMENSÃO SOCIAL E CULTURA DO ADOECER

II.1. Mama: Representação Sexual, Social e Cultural do Feminino

II.2. Mama: órgão dos sentidos, afetos e sexualidade

III. CANCRO DA MAMA: DIMENSÃO PSÍQUICA DO ADOECER

III.1. Experiência Subjetiva de Sofrimento na Doença no Cancro da Mama

III.1.1. Sofrimento: definição e diferenciação de outros conceitos

III.1.2. Experiência subjetiva de sofrimento na doença

III.2. Sintomatologia psicopatológica no cancro da mama

III.2.1. Personalidade e saúde/doença

III.2.2. Personalidade e cancro

III.2.3. Sintomas psicopatológicos decorrentes do cancro da mama

IV – “CUIDAR “ E “ALIVIAR” O SOFRIMENTO NA EXPERIÊNCIA DE DOENÇA

IV.1. Cuidar e aliviar o sofrimento: tarefa de todos os profissionais de saúde

IV.1.1. Cuidar e aliviar o sofrimento: Intervenção da Psicologia Oncológica

IV.1.2. A experiência de sofrimento na doença como oportunidade de crescimento

IV.2. Intervenção terapêutica na sintomatologia psicopatológica

IV.2.1. Intervenção de grupo com mulheres com cancro da mama

IV.2.2. Terapêuticas complementares no alívio do sofrimento e sintomatologia psicopatológica no cancro da mama

SEGUNDA PARTE

CONTRIBUIÇÃO PESSOAL. O SOFRIMENTO COM A DOENÇA DAS MULHERES COM

CANCRO DA MAMA: EXPERIÊNCIA EMPÍRICA E CLÍNICA

I. EXPERIÊNCIA SUBJETIVA DE SOFIMENTO NA DOENÇA E SINTOMATOLOGIA

PSICOPATOLÓGICA EM MULHERES COM CANCRO DA MAMA

I.1. Objetivos do Estudo

I.2. Instrumentos

I.3. Breve caracterização sociodemográfica e clínica da amostra em estudo

I.4. Principais Resultados

I.4.1. Avaliação da Experiência Subjetiva de sofrimento na doença

I.4.2. Avaliação da Sintomatologia Psicopatológica

I.4.3. Estudo da relação entre a experiência de sofrimento na doença e a sintomatologia psicopatológica

I.4.4. Perfil de morbilidade psicológica das doentes com cancro da mama observadas

I.4.5. Conclusões

II. ORIENTAÇÕES NA PRÁTICA CLÍNICA PARA O ALÍVIO DO SOFRIMENTO COM

A DOENÇA DAS MULHERES COM CANCRO DA MAMA

II.1. Atender e aliviar o sofrimento com a doença das mulheres com cancro da mama durante a prestação de cuidados oncológicos

II.1.1. Comunicação profissional de Saúde-Doente/Familiares : Como melhorar

II.2. Intervenção clínica em psicologia oncológica do sofrimento com a doença das mulheres com cancro da mama

II.2.1. Intervenção individual no sofrimento com a doença em mulheres com cancro da mama

II.2.2. Adaptação aos tratamentos

II.2.3. Alteração na imagem corporal, corporalidade, sexualidade e relacionamento íntimo

II.2.4. Comprometimento da funcionalidade e alteração de papéis sociais

II.2.5. Comunicação com a família sobre a doença

II.2.6. Questionamento existencial, espiritual e religioso

II.2.7. Acompanhamento de doentes em fase recidiva

II.2.8. Acompanhamento de doentes em fase terminal

II.2.9. Acompanhamento de doentes sobreviventes

II.3. Intervenção de grupo no sofrimento em mulheres com cancro da mama

POSFÁCIO

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

 

Brand

Sónia Remondes Costa

Licenciada em Psicologia Clínica. Doutora em Psicologia Clínica e da Saúde pela Universidade de Salamanca. Professora Auxiliar no Departamento de Educação e Psicologia da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro nas Licenciaturas em Psicologia e Serviço Social, onde leciona as unidades curriculares de Psicologia da Saúde e Psicologia Oncológica. Formadora da Laço no Programa de Prevenção do Cancro da Mama Laços na Comunidade.
Sonia_remondes_costa
Peso 0.3 kg
ISBN:

Edição:

Local/ Ano:

Páginas:

Idioma:

Dimensões:

Encardenação:

Avaliações

Não existem opiniões ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Cancro da Mama”

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Seja um Autor PsicoSoma!

Com mais de 50 títulos técnicos editados, a sua obra pode fazer parte de um leque de referência a nível nacional!