Afinal o que é o Certificado de Competências Pedagógicas (CCP)?

Afinal o que é o Certificado de Competências Pedagógicas (CCP)?

Afinal o que é o Certificado de Competências Pedagógicas (CCP)? 960 960 Julien Diogo

Certificado de Competências Pedagógicas (CCP)

O certificado de Competências Pedagógicas capacita qualquer profissional a exercer a atividade de formador. É atribuído pelo IEFP – Instituto de Emprego e Formação Profissional e a sua emissão acata um conjunto de requisitos, quer para as empresas homologadas que instruem os cursos de formação inicial pedagógica de formadores, quer para os profissionais que ambicionam a profissão de formadores.

Como ter o CCP?

O CCP pode ser obtido através das seguintes vias de acesso:

• Conclusão, com aproveitamento, de um curso de formação pedagógica inicial de formadores com duração mínima de 90 horas, autorizado pelo IEFP:
• Desenvolvimento de um processo de RVCC-For (Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências pedagógicas). (a disponibilizar brevemente);
• Posse de diploma ou certificado de habilitações de nível superior que confira competências pedagógicas reconhecidas pelo IEFP (artigo 3.º da Portaria n.º 214/2011, de 30 de maio) como equivalentes às desenvolvidas no âmbito da formação pedagógica inicial de formadores (Reconhecimento de títulos).

O que vou aprender?

O curso de Formação Pedagógica Inicial de Formadores, que dá acesso ao CCP, tem a duração de 90H, onde são abordados 9 módulos, cada um deles com 10H.

M1 – Formador: Contextos de Intervenção
M2 – Simulação Pedagógica Inicial
M3 – Recursos Didáticos e Multimédia
M4 – Plataformas Colaborativas de Aprendizagem
M5 – Comunicação e Dinamização de Grupos em Formação
M6 – Metodologia e Estratégias Pedagógicas
M7 – Operacionalização da Formação: do Plano à Ação
M8 – Avaliação da Formação e das Aprendizagens
M9 – Simulação Pedagógica Final

Nos módulos 2 e 9, surgem as autoscopiais, que consistem na simulação de apresentação com duração entre 6 a 8 minutos, no caso do M2, e entre 12 a 15 minutos, no caso do M9, onde o principal objetivo destas autoscopias é melhorar a performance dos formandos, de forma a se tornarem formadores de TOPO.

O que vou desenvolver?

Competências para ser um Facilitador do Futuro, num mercado competitivo e altamente dinâmico, nas suas áreas de atuação profissional e/ou académicas.
Irá desenvolver competências de comunicação, assertividade, Programação Neurolinguística, bem como de resolução de problemas complexos, ou ainda flexibilidade cognitiva face a diversos desafios pedagógicos presentes na experiência.
Será possível promover ainda o desenvolvimento de competências no âmbito da dinamização de grupo e sua gestão, com base em drivers de Neurociência e e Economia Comportamental.
A dimensão digital não é esquecida, e verá as suas competências no âmbito do planeamento e dinamização à distância trabalhadas, como abordagens a recursos como o Quizizz, Pladlet, Mentimeter, Mindmeister, entre outros.

Utilidade para os Profissionais?

O certificado de competências pedagógicas possibilita os profissionais a ministrar formações, ou seja, sem este certificado, não podem promover formação certificada em vários campos, como apoios comunitários.

Documentos necessários?

Para frequentar a Formação Pedagógica Inicial de Formadores, e assim obter o Certificado de Competências Pedagógicas, são necessários alguns documentos, sendo eles fotocópia do cartão do cidadão, o currículo atualizado e o certificado de habilitações. No entanto, o candidato tem que possuir no mínimo o 9º ano de escolaridade como habilitação mínima.

Metodologia PsicoSoma

A Formação Pedagógica Inicial de Formadores da PsicoSoma tem diversas ferramentas de apoio e aprendizagem. A formação à distância conta com 7 manuais, compostos por vários subtemas e capítulos, que permitem uma abordagem aprofundada acerca dos conteúdos programáticos definidos para a ação. Os manuais estarão à disposição dos formandos na plataforma Moodle PsicoSoma em formato PDF, podendo à medida que o curso se desenvolve fazer o download dos manuais em questão. Para além disto, a formação inclui vídeos exclusivos PsicoSoma, exploração de estudos de caso, exercícios de avaliação, podcast e artigos científicos.

As metodologias a adoptar assentam numa ampla esfera indissociável de diversas técnicas e ferramentas, que serão ao longo da formação os pilares da aprendizagem. Serão privilegiados um conjunto de manuais teóricos (para estudo), recursos pedagógicos de apoio especialmente concebidos, sessões de esclarecimento (formação online e em sala), e simulações de ensino-aprendizagem (análise e auto-avaliação de comportamentos pedagógicos).

A PsicoSoma tem uma série de recursos e atividades exclusivas: Manuais de Formação (com ISBN), Vídeos Tutoriais exclusivos, Dinâmicas como “Paralelo Pedagógico” ou “Perfil do Facilitador de TOPO” ou ainda “Quizizz Virtual – Técnicas e Métodos de Formação”, Podcast Motivacionais ou ainda Infografias temáticas.

Para todo o suporte e integração à distância a PsicoSoma utiliza a plataforma Moodle com atividades e recursos desenhados à medida, e ainda o apoio do G-Suite – Google Classroom, com recursos de comunicação síncrona como o Meet Profissional ou Zoom Profissional.

Referências Bibliográficas
https://formacaoformadores-ccp.pt/cap/cap-certificado-de-aptidao-pedagogica
https://psicosoma.pt/wp-content/uploads/2020/04/Programa_FPIF-2020.pdf
https://netforce.iefp.pt/pt-PT/WPG/Home/FPIF

Deixe uma resposta

Fechar Carrinho
Back to top